Leia, Pense e ... Seja bem-vindo!!!


quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Pensar... (ou melhor seria) ... Repensar... .... .... .... ....


...Pensar...
ou melhor repensar...
Tanta coisa para se colocar na balança !!
Valeu a pena ?
E o tamanho da alma?
Não , não quero ser sombra do que passou
e nem quero viver o que a mim não pertence.



Um ano a menos
experiências novas (já passadas)
Ultrapassadas ?
Não , tudo é vida , tudo é envolvente !!

E lá vem ela :
a consciência da finitude.
E já vem ela :
a crença na eternidade.
Um passo para o homem,
um salto para uma nova era.
Quem dera eu vivesse
com a certeza do melhor ante meus olhos.

Vida, dom , presente.

Valeu a oportunidade !!!

Imagem: www.escolasaopaulo.org

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Big Band no LTC !!

E é tempo de festa. E tempo de comemorar e depois tirarmos umas férias. Mas será que músico tira férias? Quem convive com um sabe que não. E como se este deixasse de viver por algum tempo.

Bom, como grupo, a nossa Big Band encerrou ontem suas atividades de 2011 . Fizemos um show muito legal no Bar do LTC. Um público muito interativo nos prestigiou e comemorou conosco o aniversário da Banda.

Este blogueiro tem orgulho em conviver com gente tão talentosa. A começar pelo regente/pistonista Dilson e seus filhos Israel (guitarra) e Thiago (bateria). È um barato tocar com o bom humor do Waldir (SaxTenor) e a dedicação do Celso (meu companheiro de SaxAlto). Gosto demais do som classudo do Zé Urbano (Trombone). Tigrinho e Sérgio Wagner, dinossauros da música em Lavras, são demais nos teclados. Claudão é uma inspiração nos saxTenor e Alto. A criatividade percussional do Adão garante o show. Ah, ontem eu vi um solo do Dedê no baixo de deixar o queixo caído. O piston do Modesto está esperando ele melhorar de saúde (Força, amigo !!!).

Como sempre a In the Mood é a mais divertida de tocar.

Deixo vocês com Glenn Miler dizendo que a música instrumental é um show !!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Eu e Marisa ...

Eu a conheci lá pelos idos de 1989.

Fui apresentado por um irmão.

Confesso: me apaixonei.

Sua voz entrava pelos meus ouvidos como música.

Quando cantava então : êxtase !!

Vivia a ilusão que ela era só minha...

Ah, ela também gostava de João Gilberto.

Era como estas visões de começo de mundo.

Aí , percebi que sua discrição estava acabando.

Começou a andar com qualquer um.

Deixou de ser mistério e quase ficou como qualquer outra.

Se acabou o meu amor? Não. Traído , não traidor...

Outro dia chegou em minha casa com aquele jeito particular.

De cara me perguntou: "O que você quer saber de verdade?"

Logo respondi : "Queria saber se minha Marisa , aquela, está de volta ..."

E ela, ela mesmo, era ela, se despediu com um sorriso...

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Espaço Democrático II -Grazielly Oliveira

O que preciso ?



Sou o que sou ...
não preciso ser falsa,
para interpretar uma boa amizade
não preciso ser mentirosa
e esconder a verdade.

Não preciso me esconder
e muito menos deixar de algo escolher.
Não preciso sorrir para mostrar que estou feliz
e nem preciso arriscar a vida
para dizer que passei por um triz.

Preciso viver a vida
como se tivesse o último minuto...
Preciso amar o mundo...
não para ser amada,
e sim para mostrar o amor que existe em cada segundo.

Nos perguntamos sempre o que precisamos ...
e a resposta é que sempre nos amamos,
independente da circunstância,
ou até mesmo da mesma distância.

Estarei com você independente do amor,
ou da dor ,
nunca te esquecerei,
pois você vive no coração,
desde o dia em que te amei.



A Grazielly Oliveira foi minha aluna, e boa aluna. Artista em potencial , quando em vez nos brinda com um dos seus poemas. O Espaço é todo seu, Grazielly !!!

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Saber Amar


Já dizia o poeta : Amar, verbo intransitivo
Outro diria que Amar é preciso
Ah, o Amor este ser impreciso
que dita as regras
que faz o elo
entre o ser e o não ser...

Não sei quem sou se não amo
Não vivo, sobrevivo sem amor
Busco o que não pretendo
Não sou e acabo sendo
Um projeto de criatura
Em busca do Criador

È preciso saber Amar
É preciso saber viver
É preciso tolerar
o outro que não ama,
o outro que quer morrer...

Que venha o amor
em doses nada homeopáticas
Faz de mim um ser melhor
Um ser-amor
Um ser que mais do que eu
não resista em ser
um nós amoroso...
que cuida do ser e
do ter amor, só amor...

Imagem : marcia-poeticamente.blogspot.com

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Aprendamos com os poetas


Aprendamos com os poetas
Olhemos o mundo de forma informal
Olhemos o bem, esqueçamos...

Metaforicamente, aprendamos
Que o mundo se curve ao coração do poeta
Que a flor ocupe o lugar de destaque
Que o odor das palavras seja prece
Que nasça um novo mundo
Um novo ser
Na gestação profícua
Do acontecer

Faça-se, use-se de poemas
Descubramos o mundo além das cortinas
Que ofuscam a luz do sol
Que teima em querer entrar
em corações frios.

Ah, o poeta
Este ser visionário
Longe de ser alienado
Observa o que ninguém viu
E dá seu parecer particular.

Vida longa aos poetas de hoje e de sempre
Que durmamos com a bênção de Drummond e Neruda...

(Inspirado pelo filme O Carteiro e o Poeta. Obrigado, Elda !)

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Milagres que a Medicina não Contou



"Milagres que a medicina não contou" é um livro do Dr. Roque Saviolli que acabei de ler.

O livro tem muito a ver com as EQM (Experiências de Quase Morte) que foi tema do Globo Repórter no mês passado. Também tem muito a ver com os milagres e experiências, do ponto de vista científico classificados como coincidências, mas, que são relevantes para os que tem fé. Confesso que sou cético até um certo ponto em que me atrapalha em perceber os pequenos ( e grandes) sinais de Deus.

Para quem eu recomendaria o livro ? Talvez para aqueles que , como eu , não está antenado para a ocorrência de fatos que superam o rigor científico. Também para aqueles que querem reavivar sua fé.

O estilo do texto é muito agradável, sendo que se lê em pouco tempo. Não recomendo que faça assim. Também é um livro meditativo.

Chama a atenção também o triângulo da depressão, criado pelo Dr. Saviolli, que representa bem a doença bem como dá solução para a mesma.

Recomendo...

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Anjos

Os católicos celebram hoje o dia dos grandes anjos, os arcanjos Miguel, Gabriel e Rafael.

São Miguel tem um papel importante para os carranquenses de um modo especial. Lembro do empenho do então Padre Jair em divulgar a Oração a São Miguel. Todos recebemos um ou mais "santinhos" com a oração que era rezada sempre em que houvesse alguma prática religiosa. Todos daquela geração (anos 80) conhecem a oração. Eu sou grato ao Monsenhor por nos fazer conhecer e assim termos um guardião para lutar conosco contra nossas fraquezas. Estamos, neste mundo, em uma batalha espiritual, e é bom sabermos que Deus colocou seres espirituais, com dons especiais, para a luta contra o mal.

Há pouco terminei de ler "O Monte Cinco" de Paulo Coelho , onde ele coloca sempre a situação de anjos falando com os profetas. Acredito nisto, acredito no ato mensageiro destes seres espirituais responsáveis pelo "trabalho celestial".

Acredito também em anjos na forma humana. Explico. Certa vez estive com Pe. Israel que me disse sobre um interno (que por vezes tornava a vida de outros um inferno) : "Este aí é um anjo". Pasmei , confesso, e senti o olhar do Padre invadindo os preconceitos da minha alma. Depois aprendi, meditando, que os anjos se apresentam de várias formas e que, para percebê-los, é necessário uma condição : mente e coração abertos.

Outro dia um médico espiritualista nos alertou da presença de anjos que aparecem na nossa vida de uma forma tal, que a muda radicalmente. E estes anjos são pessoas, carnais mesmo, que com sua ação fazem nossa vida mais palatável. Quem não sente bem com crianças e animais tem problema com seu anjo de guarda.

Não tenho competência alguma teológica para falar de anjos de uma forma aprofundada. O que sei é que eles me fascinam e , falho eu de não solicitar mais suas presenças ao meu lado.

São Miguel, protegei-nos no combate !!
São Gabriel, abre nossos corações para as mensagens de Deus !!
São Rafael, conduzi os casais para viverem o amor em Deus !!!

Santos Arcanjos, protegei o meu anjo aqui na Terra...

sábado, 27 de agosto de 2011

Infinitivamente pessoal

Gosto das curiosidades de língua portuguesa. Gosto da nossa língua, com suas nuances e particularidades.

Fui a favor da Reforma Ortográfica no que tange à unificação do uso da língua e assim de sua valorização. Os fatores comerciais intrínssecos e explícitos não me interessaram. A Reforma não é o assunto da postagem, paro aqui.

Acabei de superar um dos traumas que tinha , um dragão que não desaparecia dos meus textos. Explico : nos tempos de ginásio em Carrancas, fiz uma redação (sempre gostei disto). A correção do texto pela professora veio cheia de "em"s no final de verbos, em vermelho (depois fui orientado a obedecer à regra didática de não usar a tinta vermelha em correções). Para mim , era natural deixar o verbo no infinitivo. Mais ou menos assim: eu escrevia _"voltaram cedo para fazer a lição" e a correção vinha _"voltaram cedo para fazerEM a lição".

Não me lembro porque não tirei a dúvida na época. Sei que , por isso, pisava em ovos quando se tratava da questão.

Quando lecionei na Escola Azarias Ribeiro tive uma colega que era muito solícita. (Abraço ao pessoal do Azarias). Pensei: "È com ela que acabo com a dúvida". Na hora H, a hora de explicar a dúvida, travei. Ela, com cuidado, disse para eu pensar melhor na questão e, assim , ela tiraria minha dúvida.

Procrastinei e fiquei com o dragão me rondando.

Hoje , agora a pouco, veio a luz até mim. O responsável foi o blog da Veja chamado Sobre Palavras.

Descobri lá que o uso é optativo, que só serviria como estilo.

Morreu um dragão.

Leiam o texto salvador Infinitivo Pessoal : que complicação é essa ?

O que será que Caetano Veloso diria desta questão ?

Curtam :

sábado, 6 de agosto de 2011

Hoje é dia de Big Band na Mostra Cultural

Hoje é o dia !!!

Após o último ensaio geral posso prever que faremos uma boa apresentação.
Estão convidados a participarem do 2o. dia da Mostra Cultural de Lavras.

Nossa Big Band, com mais de 5 anos de estrada, tende a mostrar um pouco mais de jazz no repertório de hoje.
O máximo de interação com o público é a nossa intenção. Que o show seja bem descontraído para nós e para ele.

Parabéns à Superintendência de Cultura pelo Evento.

Prestigie a Big Band , hoje , as 20 h (vamos começar no horário, rs) e os demais artistas que vão mostrar seu talento nestes dias .

Eles merecem !! Lavras merece !!!

Imagem: Jornal de Lavras

sexta-feira, 15 de julho de 2011

Assaltaram a Gramática ... no Blog !!

Hoje em dia se fala muito na importância do feed-back. Estes dias tive um que muito me alegrou. Uma leitora do Blog, professora de Português, comentou amistosamente sobre os erros de Gramática possivelmente ocorridos nas postagens.
Expliquei (justifiquei) que meu Blog era um hobby e que as revisões gramaticais eram feitas superficialmente.

Tudo bem, concordo que a "licença poética" não é álibi para o assassinato da língua. Então sugeri a ela que , como avaliação simulada (tão em voga em nossos dias), usasse os erros nos textos como ferramenta didática. Deixo aqui liberado o uso de postagens do Blog para este fim, o que seria uma honra.

Valeu pelo retorno, espero outros, de outros leitores. Valeu, mesmo !!

terça-feira, 5 de julho de 2011

Vejam só que cilada o amor me armou...

Caetano Veloso e a baiana Maria Gadú ... hein, ela não é baiana ? O que me importa é que ela tem o espírito dos bons baianos. Bom baiano é aquele que traduz tudo em beleza, em alegria, de forma inteligente

Bom, conversa a parte, o DVD que curto agora é este que reúne estas duas grandes peças da atual e da permanente MPB.

È nitido o carinho de Caetano pela neta e a admiração da neta ao avô.Até musicalmente falando.

A Trem das Onze ficou parecendo um concerto sinfônico.

O Shimbalauê é como um mimo de Cadú ao mestre Caetano acalentar.

O quê, Cadú só tem 24 anos? Com esta performance de grande diva da MPB? Ah, tem certeza que não é baiana ?

Olha, vale a pena conferir o encontro.

Para os amigos do Blog vai esta pérola de Caetano. Conheci esta música em 86 e me apaixonei pela construção da letra.
Tirem suas conclusões :






O Quereres
Caetano Veloso
Composição: Caetano Veloso

Onde queres revólver, sou coqueiro
E onde queres dinheiro, sou paixão
Onde queres descanso, sou desejo
E onde sou só desejo, queres não
E onde não queres nada, nada falta
E onde voas bem alto, eu sou o chão
E onde pisas o chão, minha alma salta
E ganha liberdade na amplidão

Onde queres família, sou maluco
E onde queres romântico, burguês
Onde queres Leblon, sou Pernambuco
E onde queres eunuco, garanhão
Onde queres o sim e o não, talvez
E onde vês, eu não vislumbro razão
Onde o queres o lobo, eu sou o irmão
E onde queres cowboy, eu sou chinês

Ah! Bruta flor do querer
Ah! Bruta flor, bruta flor

Onde queres o ato, eu sou o espírito
E onde queres ternura, eu sou tesão
Onde queres o livre, decassílabo
E onde buscas o anjo, sou mulher
Onde queres prazer, sou o que dói
E onde queres tortura, mansidão
Onde queres um lar, revolução
E onde queres bandido, sou herói

Eu queria querer-te amar o amor
Construir-nos dulcíssima prisão
Encontrar a mais justa adequação
Tudo métrica e rima e nunca dor
Mas a vida é real e é de viés
E vê só que cilada o amor me armou
Eu te quero (e não queres) como sou
Não te quero (e não queres) como és

Ah! Bruta flor do querer
Ah! Bruta flor, bruta flor

Onde queres comício, flipper-vídeo
E onde queres romance, rock?n roll
Onde queres a lua, eu sou o sol
E onde a pura natura, o inseticídio
Onde queres mistério, eu sou a luz
E onde queres um canto, o mundo inteiro
Onde queres quaresma, fevereiro
E onde queres coqueiro, eu sou obus

O quereres e o estares sempre a fim
Do que em mim é em mim tão desigual
Faz-me querer-te bem, querer-te mal
Bem a ti, mal ao quereres assim
Infinitivamente impessoal
E eu querendo querer-te sem ter fim
E, querendo-te, aprender o total
Do querer que há, e do que não há em mim

domingo, 26 de junho de 2011

Personalidades e Princípios ...



Todo mundo já passou por esta situação : Aquela pessoa, que você tanto admirava, que acreditava ser acima de qualquer erro, que estava acima de tudo e de todos... (isto mesmo, já imaginou ?) ; esta pessoa pisa na bola, te decepciona de um tal jeito que é impossível acreditar. Pois pode acreditar, isto acontece (principalmente na relação co-dependente / obsessor).

É neste momento que vem a questão : vale a pena investir mais credibilidade nas pessoas ou nos princípios ?

Vejamos princípios religiosos. Eles não devem estar acima da orientação do líder religioso ? Vale ou não vale desobedecer a pessoas em nome de um princípio que valha a pena?

Já dizia o Mestre para ter cuidado com os falsos profetas e que a árvore é avaliada pelos seus frutos. Bons frutos é a consequência de bons princípios.

Colocar os princípios acima das personalidades : Uma ação que inibe o egocentrismo , cria pessoas de ação e que serve de vacina contra as decepções e descaminhos.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Virgem de Fátima, Virgem do Faça-se !!


Maria, Virgem fecunda
Que tudo consegue
Porque muito ama ...
Virgem do abandono
Abandono na graça,
Cheia da graça de Deus !!
Não se perturba
Nem no silêncio divino
Porque sabe que o menino
É consolo na dor .

Maria , Virgem do faça-se
Senhora da entrega
Porque muito confia
È faça-se permanentemente
Que se agrade somente
À vontade maior
Ès mulher , não és deusa
È Virgem da boa causa
Da causa do seu Senhor

Maria, Virgem do Rosário de Fátima
Senhora que fala a língua lusa
Que usa dos pequenos
Dos seus iguais
Para levar-nos à busca do Senhor,
Do Senhor da Paz
Fátima de Karol
Fátima farol
luz que aponta à Luz
Que nos faz irmãos
Do seu Jesus !!!

(Em gratidão à Virgem do Silêncio , no dia em que a saudamos como Nossa Senhora do Rosário de Fátima)

terça-feira, 10 de maio de 2011

Com quem devo me aconselhar ???

Minha esposa assistiu a este programa e me recomendou.
Achei legal disponibilizar o vídeo aqui no blog.



Vale a pena meditar a Palavra em Eclo 37,7-19 .
Concluí que não são tantas as pessoas a quem posso me aconselhar.
Meu maior conselheiro é o meu coração, a minha consciência orientada por Deus.
O meu coração e o meu Deus me conhecem mais do que várias pessoas atentas ao meu comportamento.

Que o meu orgulho não impeça que eu escute e perceba os meus amigos, que querem o meu bem

segunda-feira, 9 de maio de 2011

E uma leitura puxa... outra !!

Desde que me adentrei no mundo de Machado de Assis a vontade é de ir mais fundo. Comecei com D.Casmurro. Foi paixão a primeira vista. A análise psicológica, o olhar universal, a construção dos personagens e algo mais me fez ter Machado de Assis como um guru literário.

Veio Memórias Póstumas de Brás Cubas. As experiências amorosas baseadas no romance proibido e nas divagações (imperfeições) humanas me chamaram atenção nesta obra. Comecei a perceber o gosto do Bruxo pelas alienações mentais a que todos estão sujeitos. Então , nada melhor que irmos ao Alienista . E fomos...

Maravilhosa abordageme sobre a questão : o que é a normalidade e a análise da dúvida : quem são aqueles que estão em pleno juízo? Existem ? Na arte desta análise , só houve comparação, dos que li, com Lima Barreto com seu Policarpo Quaresma e , em grau menor, a Verônica , de Paulo Coelho e a biografia do mesmo (O Mago).



Terminei outro dia de ler Quincas Borba. Toda comparação é injusta. Mas , aqui não posso deixar de manifestar minha insatisfação. Parecia que Machado ia por um caminho mais interessante, mas , para mim não passou de, desculpe a repetição, de um bom passa tempo, que pouco me acrescentou ao final do livro. Valeu a reflexão de como são tratados os doentes mentais em nossa sociedade : não mudou muita coisa desde os tempos do Rubião. Ah, e ficou a curiosidade de saber se esta moda de loucos com mania de grandeza se acharem Napoleão, vem dos escritos de Machado de Assis.

Para continuar nos caminhos do Bruxo do Cosme Velho , talvez pegue Esaú e Jacó, mas isto é para mais adiante.



Agora procurei beber de leitura espiritual e, aproveitando este mês de Maio, estou lendo, novamente , O Silêncio de Maria, de Inácio Larrañaga. È um livro marcante para mim e que vale a pena ler de novo...

terça-feira, 12 de abril de 2011

Bem vindo , Padre Israel !!!


Estamos tristes e órfãos
Foi-se o Pai Israel

Ficará a saudade
Das Missas longas
Ficará a saudade
Do discurso
Duro de ouvir
Mas que levava ao Céu

Foi-se o Pai Israel

Ficou a lição
Da disponibilidade
Do estar sempre pronto
-Precisamos de um Padre !
-Chame o Padre Israel.

E... foi-se o Pai Israel

O missionário do impossível
Transformador de almas
Que via (onde ninguém conseguia)
A presença de anjos (onde parecia reinar o inimigo).

Fica em cada um uma lembrança maior
Em mim, o do pregador bravo
Que insistia em mexer com o nosso brio:
"Fica aí choramingando: ninguém me ama, ninguém me ama.
Então ame você , fique esperando do outro pra ver".
È festa no céu
Já tínhamos Irmã Benigna
E agora ?
Bem vindo , Padre Israel !!!

Imagem :recadosfun.com

Leia também :Configurados e Consagrados e Mais que os mestres da Lei .

A Missa de despedida será amanhã ,as 09h30, na Matriz de Santana e o enterro em seguida na Fazenda Senhor Jesus.

Se puder, coloque nos comentários o fato marcante pessoal entre você e o Pe.Israel.

domingo, 3 de abril de 2011

Cucurrucucu Paloma

Cucurrucucu Paloma com Caetano Veloso. Penso ser uma das canções mais lindas e tristes que já escutei. Comecei o ano afixionado pelo DVD Fina Estampa, de Caetano. Um afago aos meus ouvidos pois a seleção de músicas ( a maioria em espanhol ),os arranjos sensíveis de Jaques Morelembaum e a dedicação/interpretação (mais uma vez) genial de Caetano Veloso fazem desde DVD um dos melhores do meu acervo.

O vídeo que a seguir apresento não é o do DVD e sim um clip da versão de Caetano.

Curtam em silêncio total ... Talvez o espírito da Paloma entre e se aloge em suas mentes. Creiam : esta música é capaz disto.

Em tempo : Christian e Ralph também gravaram. Não escutei ainda, mas deve ter ficado show de bola !!

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Turvo


Turvo...
Mais que turvo, turbado
Mais turbado
Turbinado
A alta velocidade
Denso
Tenso
Desconforto
Morto ainda a morrer
Louco, com emoções em flor
Ainda a acontecer
A paz vindoura
A paz duradoura do amor
Que cura , que vive (em mim)
e me faz
viver...

Foto:panoramio.com

terça-feira, 29 de março de 2011

Big Band na Estação Costa Pinto

Vai, aos amigos do Blog , (e amigos deste blogueiro)um convite para a apresentação da nossa Big Band Show. As 19h30 desta próxima quinta,31/3, no Espaço Cultural da Estação Costa Pinto. A entrada é franca.

Voltei este ano para a Big Band e gostei demais do som e repertório.

È conferir !!! Esperamos você para prestigiar nosso trabalho !!

Foto:jornaldelavras.com.br

quinta-feira, 17 de março de 2011

Como é escolhido o tema da Campanha da Fraternidade?

Como educador católico gosto muito dos temas , ações e meditações da Campanha da Fraternidade. Este ano está um prato cheio para nós, professores de Ciências Naturais que se preocupam menos com fórmulas e mais com o lado social do conhecimento. O tema é FRATERNIDADE E VIDA NO PLANETA.

Mas, como é escolhido o tema da CF ?

Achei interessante este vídeo da TV Aparecida que compartilho com vocês, amigos do Blog !!

terça-feira, 15 de março de 2011

Entre, amigos !!!

Já tivemos oportunidade de falar aqui no blog sobre certas convenções sociais que abominamos (Releia o post "Não ao tem que").



Talvez seja importante falar de outras convenções que nos dão alegria. Destas não podem faltar um tipo de pessoa : os amigos. Festa de aniversário em que amigos são convidados (amigos, não colegas!) a gente relaxa. Tudo vai estar bom, não vão haver reparadores e reclamões. Qualquer falha estará dentro do script.

Lembro aqui agora, daquela famosa festa de casamento de Caná. As vezes penso : a preocupação com a falta de vinho será motivada por quem ? Deve que haviam pentelhos que iriam criticar a situação dos noivos. Estes pentelhos não eram amigos.Estavam ali para tirar algum proveito. Amigos não estão em nossas festas para tirarem proveito. Estão ali para compartilhar a alegria de se estar junto, a comemoração é só um pretexto.

Revejo a postagem antiga em que eu dizia "não ao tem que" : para haver alegria nesta vida "tem que " ter a presença de amigos, uma benção pra gente.

Fonte da imagem : entreamigos.faromeiro.com

sexta-feira, 11 de março de 2011

Espaço democrático no Blog do Paulinho !!

Colocando o blog como espaço para manifestações artísticas dos amigos, vai este poema-homenagem da minha aluna Grazielly !!






)))))((((((((((((((()))))))))))))))))(((((((((((((((((()))))))))))))))))))))((((((((





Parabéns para você meu ídolo cantor Luan Santana, este poema foi feito especialmente para você nesta data tão especial, que é seu aniversário dia 13/03!




Ídolo: Luan Santana

Queria te fazer uma homenagem ...
mas, gostaria que ficasse em seu coração
e que nunca deixasse está mensagem parar no chão.

Através de você vieram muitas amizades
para mim,
e para todos seus fãns,
e que nos trouxeram muitas felicidades
que nos deixaram-nos muitos felizes e orgulhosas(os) de ti assim.

Você é um exemplo ...
em minha vida,
que me espelho cada vez mais
e que aumenta ao longo do tempo,
nunca queria ter você um dia como despedida,
na música.

Você é o céu
estrelado, é o luar,
com você aprendo cada vez mais
a poder amar,
igual a abelha que fica perto do mel
não quero separar de ti nunca mais.

Com você aprendi a gostar do sertanejo,
a entender a música
E por isso mando um beijo
para a pessoa mais linda externa
e interna,
para o cantor mais humilde
e simples neste ramo da música.


Você é um anjo,
e não um pano,
em que frequentemente fica de lado,
fica empuerado, precisando lavar
mas sim um homem que no sertanejo fez nós fãns nos amar
cada vez mais!


Feliz Aniversário Luan Santana que Deus te proteja muito e te proteja para continuar este menino maravilhoso que você é !

quarta-feira, 2 de março de 2011

Mascarados


Mais um carnaval
de ideias,de sonhos
de sons
do solidário descanso
Do descaso
Das cinzas que chegam
dos amores que foram
dos filhos que virão
Tudo é festa
Tudo é fresta
Da porta da vida
Quero me acabar
Inundar-me de desejos
O Carnaval que vejo
é o ocaso da festa
a ocasional alegria
e a permanente tristeza
De quem é feliz
Somente no tríduo de Momo
E no valor (passageiro) da beleza...

Postado originalmente em 02/03/2011 !!

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Mais que os "Mestres da Lei " (Vídeo)

"Olhe como são as coisas : A doença permitiu que eu tivesse mais tempo para conversar com as pessoas, de olhar mais nos olhos das pessoas." Pe. Israel (scj), em entrevista à TV Universitária de Lavras.

sábado, 12 de fevereiro de 2011

Configurados e consagrados


Acabo de chegar feliz de uma Missa no Lar Augusto Silva, o Asilo de Lavras.
Foi um momento espiritual muito forte. Momento este que começou antes da celebração. O celebrante, Pe. Israel (padre dehoniano que cuida de uma fazenda de recuperação de drogados), chega para o evento. A algum tempo temos sabido do câncer ao qual luta o Padre e somos sempre convidados a rezar por ele. Ao vê-lo, bem desfigurado, longe de ser aquela pessoa vigorosa que conhecíamos, minha esposa me pergunta : Por que acontece isto com estas pessoas (ligadas a Deus)? Preferi não respondê-la na hora, uma vez que a pergunta motivou uma boa meditação.

Nestes tempos temos conhecido a história de pessoas que se configuraram a Jesus. E a Jesus crucificado. Pessoas que queriam tanto imitar Jesus que receberam a graça de se parecerem com ele num momento tão importante para a humanidade : a morte do Filho de Deus. Vão nesta linha os saudosos Karol Woyjtila, Pe. Pio de Pietrelcina, o nosso Pe. Léo da Canção Nova e outros, graças a Deus, muitos outros.

Poderíamos pensar : então isto é coisa de religioso , e de religioso católico? Eu responderia um sonoro não. Os religiosos são notáveis, mas há , no nosso meio, pessoas que se entregam de tal forma a Deus que vivem o Calvário de Jesus no seu cotidiano, independente de religião ou estado de vida. O que as diferenciam é que unem o seu sofrimento ao de Cristo.

Participando da Missa, onde vimos a união do sacrifício de Cristo unido ao do Celebrante, repensei as minhas dificuldades. Que seja feita Sua vontade , não a minha : estou longe desta máxima cristã. Estou mais perto do "Afasta de mim este cálice".

O bom , o melhor de tudo, é que Deus tem paciência, muita paciência comigo que não sei o que penso e muito menos o que falo.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Considerado e Respeitado


Boas literaturas concorrem na evolução do espírito. Graças a Deus tenho gosto por elas e tenho pessoas que me municiam de ótimos exemplares. Uma destas pessoas é a minha vizinha, Tida ( mulher de aço e de flores). Está comigo o livro O QUE A IGREJA ENSINA SOBRE... do Pe. Mário Marcelo Coelho. A Tida disse que não gostou muito mas tem sido o meu livro de leituras rápidas, uma vez que o autor trata de diversos temas incitantes de forma sucinta, porém profunda, sem precisar ser sequencial.

Este conversê todo é para chegar em um ponto do livro que serviu de alerta e abertura de mente.

È do ser humano viver a dor ou conviver com a dor do outro. E, muitas vezes, antes da dor, vem a notícia da dor. E é justamente neste aspecto que o Pe. Mário Marcelo propicia um alicerce para estes momentos. Peço licença a ele para transcrever :"A notícia da presença de alguma anomalia grave num momento de angústia extrema provoca uma série de respostas emocionais (...) e que são apresentadas em quatro estágios básicos a serem considerados e respeitados: negação, luto, revolta, resignação ou aceitação.". (pág. 36). Em seguida, o autor discorre didaticamente sobre cada estágio.

Quando ele coloca a necessidade do respeito à pessoa que passa por estes estágios, há um convite a nós que convivemos com esta pessoa a recuarmos de nossas considerações sobre o acontecido e também um convite a pensarmos que, embora possamos "imaginar" a dor do outro, este sentimento é do outro e deve ser "considerado e respeitado".

Mudou meus conceitos e meu modo de conviver com a dor do outro.

Ler é o melhor remédio.

Quem tem um bom livro não sabe o tesouro que tem em mãos.

Valeu , Tida. Valeu, Pe. Mário Marcelo.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Fui à e volte da

Praia de Santo André/revistaquem.globo.com














Fui à e voltei da
Bahia de todos os santos
Voltei abençoado e feliz
Conheci gente feliz
e abençoada.

Voltei enamorado
de suas praias
de sua gente
de sua culinária
da brisa no final do dia
ensolarado.

Entendi um pouco mais
de Caymmi
seus pescadores e baianas
De Caetano , dos bons baianos
dos pensadores, dos grandes
e também daqueles que trocam
ideias densas e frescas
num passeio de balsa.

Se um porto alegre
é bem mais que um seguro
tenho que conhecer o primeiro
porque o berço do Brasil
me acalentou e me envolveu.

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Apreciadores de boa música !!

Seria um presente aos apreciadores da boa música se esta musa deixasse as drogas e vivesse uns anos a mais para continuarmos a curtir seu talento...


segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

O improviso como arte !!!

Acabei de ler um artigo sobre a arte de improvisar. O texto é de Cláudio de Moura Castro e o li na Revista Veja (Acervo Digital). A argumentação é elucidativa, reflexiva e de uma solidez impecável.

Cláudio argumenta que a boa improvisação, aquela a que se pode chamar de arte, veio depois de dedicação exaustiva ao objeto do improviso.

Percebo como verdade nas duas áreas em que atuo : música e licenciatura.

Improviso é a alma do Jazz /Imagem estadao.com.br


O meu instrumento tem registro tonal diferente da maioria dos instrumentos dos músicos parceiros. E aí ? Tive que estudar e praticar muito os exercícios que facilitariam minha vida na execução compartilhada. E o improviso ? Este só veio depois de muito estudo, muita percepção do agir do outro. Dá trabalho ? Dá , mas é indispensável. Dá prazer ? Sim , como toda arte, o improviso feito a contento é de um prazer indescritível. Daí veio minha paixão pelo Jazz que é o gênero musical do bom improviso.


Prazer em ouvir um discurso livre /Imagem blogflaviopereira.com.br

Como professor, o improviso é inevitável. Não como regra, mas como parte latente à profissão. Improviso no bom sentido da palavra, não no sentido de "quebra-galho". O professor "engessado", aquele que não tem o que chamamos de "jogo de cintura", é candidato forte ao sentimento de inadequação profissional. Aqui, a boa improvisãção vem mais da experiência na docência. Esta experiência também é muito , muito laboriosa. Como aluno-professor é prazeroso presenciar e participar de um bom improviso. E o livro didático? È preciso conhecê-lo bem (olha aí mais trabalho) para que possa ser mais um bom aliado na arte da aula que flui na espontaneidade criativa e laboriosa.

Que o improviso seja visto como uma arte que, como toda arte, nasce do suor e do talento.

( O texto de Cláudio de Moura e Castro está na Veja de 12/11/11 , vale a pena conferir.)

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

O conselheiro da Serenidade


Sou o construtor
o reformador de almas
o gerador de sorrisos
o conselheiro da serenidade.

O bálsamo de corações
endireito relações
sou divino e preciso
se preciso...

Querem a mim
para si mesmo
dispensam-me aos outros
Sou jóia rara...

Estive com Madalena
Sou com Pedro
Vou com os de boa vontade...

Aliás, vontade boa,
do bem, só a de Deus
Que ama , que é amor

E ... quem ama...
Perdoa...

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Sabinos, Veríssimos e Cabanas !!

Já virou costume pegar uns livros na Biblioteca do "Cristiano" para ler nas férias. Aproveito para agradecer a Dayse, bibliotecária, que facilita minha vida neste sentido. Então chegou a hora de escolher : novamente Fernando Sabino e Èrico Veríssimo.

De Sabino lemos "A Nudez da Verdade". Depois de termos lido "Com a graça de Deus", "Encontro Marcado" (quando completou seu cinquentenário) e "O Grande Mentecapto", sempre dá vontade de beber mais do Fernando.





Valeu a pena ! Em um ritmo alucinante, com um humor finíssimo, o livro ainda consegue nos fazer pensar nas diversas nudezes que possamos nos encontrar. Conclusão : Fernando Sabino é um gênio e tenho orgulho de ele ser mineiro. Não vai ter jeito de eu não bater novamente na porta do sábio Sabino.







Do Èrico Veríssimo fomos conhecer "Um Certo Capitão Rodrigo". Lembrei da série da Globo "O Tempo e o Vento" que apresentou a história. Tarcísio Meira encarnou tão bem a personagem que li as histórias do Cambará com pensamento na atuação de Tarcísio. O que me chama a atenção em Veríssimo é a habilidade que tem em juntar, equilibradamente, o contexto histórico e a ficção. Show de bola !! Embora tenha gostado mais de "Incidente em Antares" e achado meio decepcionante o final (depois descobri que a história continuava em outros volumes) foi uma bela viagem pelos personagens dos Pampas Gaúchos.







Não sou muito de literatura estrangeira, mas, por ótimas indicações, estou agora pelo best-seller "A Cabana".






Não tem jeito, principalmente nas férias, uma leitura puxa outra !!
Bom que seja assim !

Obrigado pela visita !!!

Seguidores

Postagens populares

Arquivo do blog

Marcadores