Leia, Pense e ... Seja bem-vindo!!!


quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Uma leitura puxa outra ...



Acabei de ler o outro livro e passei a ler este : "Deus existe?" . É um debate transmitido na Itália entre o brilhante filósofo ateu Paolo Flores d'Arcais e a sumidade em filosofia da religião, o então Cardeal Josef Ratzinger (Bento XVI). O tema central é a fé. Mas não fica só nisto , como cabe a um debate de pensadores tão ilustres. Muito bom aprender a escutar o contraditório. Muito bom ler e, assim, tomar parte em um acontecimento como estes. Dá vontade de aprofundar em assuntos filosóficos. Aliás, quem estiver com o meu livro "Fides et Ratio", favor devolver porque "uma leitura puxa outra".

Por falar em ateísmo ...

Esta canção do nosso Pe. Zezinho ( e os seus pensamentos sobre o assunto ) foram decisivos para que eu tivesse uma visão diferente sobre os ateus, nossos irmãos ateus...

Meditem a letra desta música , vale a pena !!



Cantiga Por Um Ateu
Padre Zezinho

Um grande amigo meu
Que a sua fé perdeu,
No dia de Natal me procurou.
Contou-me a sua vida
Tão cheia de incertezas
Com tanta honestidade
Que me fez chorar.
E a lágrima teimosa caindo no meu rosto
Lavou meu preconceito de cristão.

Eu sei que da verdade eu não sou dono,
Eu sei que não sei tudo sobre Deus.
Às vezes, quem duvida e faz perguntas,
É muito mais honesto do que eu.


Ao grande amigo meu
Que a sua fé perdeu,
No dia de Natal me confessei.
Contei-lhe a minha vida
Tão cheia de procuras
Com tantas esperanças
Que ele até sorriu.
E aquele riso aberto
Nos trouxe bem mais perto,
Lavou seu preconceito de ateu.

Por este amigo meu
Que a sua fé perdeu,
Naquele mesmo dia eu fui rezar.
E a minha prece amiga
Gerou esta cantiga
Que eu fiz pensando muito
Em meu país cristão.
Às vezes muita gente
Não crê no que acredita
E afasta o seu irmão da religião.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Eu precisei de Deus (Sartre)


Todo estudante de filosofia conhece o ateísmo presente na obra de filósofo francês Jean-Paul Sartre.

Poucos conhecem um pequeno texto que ele escreveu em “As Palavras”:

“Eu precisei de Deus. Ele me foi dado, e eu o recebi sem compreender direito o que estava procurando. Então - porque meu coração não deixou que ele lançasse ali suas raízes, Deus terminou morrendo em mim.
“Hoje, quando o mencionam, eu digo - como se fosse um velho tentando reviver uma velha chama: “Há cinqüenta anos atrás, se não houvesse um mal-entendido, se não houvesse certos equívocos, se não houvesse o acidente que terminou nos separando, nós dois teríamos um belo caso de amor”.

Retirado de www.warriorofthelight.com

COMENTÁRIO DO BLOG : Hoje, aos 38 anos de idade, reconheço que o melhor presente que ganhei dos meus pais foi a orientação religiosa. Esta orientação me permite ver as coisas de Deus com olhar permanentemente crítico, principalmente em relação à minha postura diante das verdades religiosas . Um apresentador de TV costuma dizer : Pai que leva seu filho à Igreja não o buscará na cadeia . Preciso de Deus e creio que ele está na comunidade dos que nele creem. Gosto e necessito de estar na minha comunidade religiosa ( e o melhor, respeito quem pensa diferente !!)

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Poeta , este ser errante


O poeta, este ser errante
Que mira no fato e acerta a alma
Que vasculha palavras para dar sentido
Ao sensível , ao não empírico...

Dizem que a poesia está para a prosa
Assim como amor está para a amizade
Disse Caetano, o poeta
Seria a música, ela seria
O perfume da poesia ?



Tom sem Vinícius
Música poética (mas sem poesia)
Vinícius e seus sonetos
Que fazem pensar, sonhar , ganhar
Amores...

E que venham pedras pelo caminho

Dia do poeta
Dia da poesia
Dia de cantar em versos (vale também a prosa)
Este encantador de palavras
Este enamorado dos corações...

Que morram as palavras,
Mas que se eternizem os poetas.

(Principalmente à Grazy Oliver, a nossa Graziella , no seu dia !!)
.

Obrigado pela visita !!!

Seguidores

Postagens populares

Marcadores